Carta do Presidente do GAFCON - Junho 2017 (Português)

Atanásio de Alejandria

Atanásio de Alejandria

14 de Junho de 2017       

Aos Fiéis do movimento GAFCON e amigos do Arcebispo Nicholas Okoh, Metropolita e Primaz de toda Nigéria e Presidente, do Conselho de Primazes do GAFCON.

Meu querido povo de Deus,

Pois por meio dele tanto nós como vocês temos acesso ao Pai, por um só Espírito. (Efésios 2:18)

Enquanto escrevo, estamos nos preparando para o Domingo da Trindade. A doutrina da Santíssima Trindade é vital. Sem ela,  nós não podemos falar verdadeiramente de Deus de uma maneira que seja fiel à Bíblia. No entanto, no século IV, a Igreja foi quase ofuscada pelos arianos. Eles eram os seguidores de Arius, o qual afirmou que o Filho era um ser criado, não realmente Deus.

Se a Igreja continuasse a seguir Arius, a fé cristã teria sido perdida. Por negar a divindade completa de Jesus fere no coração da mensagem cristã que Deus estava em Cristo reconciliando o mundo consigo mesmo. São Atanásio ainda é lembrado como o homem que estava disposto a tomar uma posição custosa contra esta heresia.

Eu estou recordando de Atanásio porque enfrentamos uma luta semelhante pela integridade do evangelho em nosso tempo. Na quinta-feira, do dia 8 de Junho, a Igreja Episcopal Escocesa (SEC) mudou seu ensino para permitir que homens se casem com homens e mulheres com mulheres. Ela seguiu o caminho já tomado pela Igreja Episcopal dos Estados Unidos (TEC) e a Igreja Anglicana do Canadá.

Esta tentativa de redefinir o casamento não é uma questão secundária sobre a qual podemos concordar em discordar e continuar caminhando juntos. Isso quer dizer que Jesus estava enganado quando ensinou que o casamento era entre um homem e uma mulher e que o sexo fora de tal casamento é um pecado. É uma rejeição radical da autoridade da Escritura. A Igreja afirma que pode consagrar um comportamento que a Palavra de Deus claramente ensina ser pecaminoso. De acordo com a Bíblia, esse comportamento, sem arrependimento, separa aqueles que o praticam do Seu Reino.

Atanásio consagrou bispos ortodoxos nas dioceses lideradas por Arianos porque sabia que a própria fé apostólica estava em jogo. Este foi o princípio que orientou as intervenções que levaram à formação da Igreja Anglicana na América do Norte em 2009 e foi afirmado por mais de trezentos bispos em assembléia no Gafcon 2013, em Nairobi. Portanto, era muito apropriado que, no mesmo dia em que a Igreja Episcopal Escocesa se desviou formalmente da fé cristã histórica, o Gafcon anunciasse que o Reverendo Cônego Andy Lines, já um missionário estadista reconhecido internacionalmente, será consagrado no final deste mês como bispo missionário  do Gafcon para a Europa.

Este não é um passo que tomamos de bom grado, mas, desde o início, o Gafcon comprometeu-se a dar suporte aos marginalizados. Os pedidos de ajuda dos líderes ortodoxos escoceses ao Arcebispo de Cantuária foram recusados. De fato, o Primus da Igreja Episcopal Escocesa disse no seu Sínodo Geral no ano passado que o Arcebispo de Cantuária assegurou-lhe que receberia a Igreja Escocesa na Conferência de Lambeth, em 2020, mesmo que escolhasse mudar o cânone do casamento para incluir uniões do mesmo sexo.

Portanto, agora, o Gafcon está pronto para reconhecer e apoiar os Anglicanos Ortodoxos na Escócia e em outros lugares da Europa uma vez que o afastamento da fé e da ordem apostólica continua. Por razões de missão e consciência, nós podemos esperar encontrar um número crescente de congregações ortodoxas anglicanas que precisam de supervisão fora das estruturas tradicionais, como já é o caso da Missão Anglicana na Inglaterra.

A criação de um bispo missionário para a Europa é um momento histórico. É um reconhecimento que a era da Cristandade Europeia passou e que, neste 5000 aniversário da Reforma, um novo começo está sendo feito através da construção de parcerias globais para  missão.

Então, vamos ser fortes. Vamos apoiar os marginalizados e trabalhar incansavelmente para a contínua reforma da nossa amada Comunhão. Agradeço a Deus pela nossa comunhão e oro para que ele nos sustente através da sua presença infalível.

“A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês.” (2 Coríntios 13:14)

O Reverendíssimo Nicholas D. Okoh
Arcebispo, Metropolita e Primaz de toda Nigéria e Presidente, do Conselho de Primazes do GAFCON